Evite exagerar na atividade física

para coluna_pp_opt

William Meirelles

Colunista da revista Belleza Total

Especialista em treinamento individual e qualidade de vida

 

 

A sensação de bem-estar e ‘dever cumprido’ durante e após uma corrida é tão boa que até da vontade de correr mais, não é? Tem dias que a corrida está tão legal que sentimos vontade de dar uma ‘espichada’ no treino longo de 15km, 20km ou dar cinco tiros ao invés de três programados. Afinal, treinando mais você só tem a ganhar, certo? Depende. O treinamento segue princípios básicos que contém vários tipos de treinos e uma alimentação adequada à sua atividade física. Não é necessário chegar ao extremo, muito menos ultrapassá-lo. Pode parecer zelo demais, mas não é. Os excessos levam à queda de rendimento, lesões ou a temida ‘síndrome do supertreinamento’.

Supertreinamento, ou overtrainning, é o resultado do excesso de exercícios e que também leva à queda do rendimento. Alguns pensam que a sua performance caiu por falta de treino e procuram aumentar a carga, o que piora a situação. Os sintomas são: cansaço para atividades diárias, perda de massa muscular, fadiga muscular precoce, falta de minerais e vitaminas, desidratação e perda de apetite.

Se você segue uma planilha feita por um professor de educação física, ou as dicas sugeridas por mim aqui na revista Belleza Total, perceberá que não há benefícios se treinar além do que o recomendado e, provavelmente, vai desenvolver alguma lesão como inflamação e fraturas.

É preciso obedecer ao volume de treino indicado, sem contar que quando se excede, não haverá a progressão necessária dos exercícios. Correr a mesma distância e intensidade faz com que o organismo adapte-se ao treino. Um corredor que faz quatro treinos na semana com 6 km, 10 km, 12 km e 8 km está mais condicionado que aquele que faz todos os dias 10 km.

A dor é um aviso do corpo de que o limite foi ultrapassado e indício de lesão, portanto não treine com dores e, se estiver lesionado, procure um médico. O descanso é essencial para que o corpo reponha o glicogênio muscular, regenere as musculaturas e obtenha as melhorias do treinamento.

Respeitando os limites do seu corpo e obedecendo ao que é proposto em sua planilha, com certeza, alcançará o objetivo com a atividade física.

Esse post foi publicado em Matéria e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Evite exagerar na atividade física

  1. Bacana a matéria. Mas importante ressaltar que há outros sintomas de overtraining, que se identificados logo no início, podem ajudar a diminuir o ritmo e evitar consequências maiores. Insônia, irritação, sintomas de depressão, infecção respiratória (essa é a principal) são alguns sintomas comuns. Eu treino com o mesmo técnico de triathlon há 3,5 anos e tive overtraining, com complicações mais sérias. Não posso treinar, nem competir até janeiro. Por isso, atenção aos treinos. Mesmo com treinador e planilhas, nada melhor do que prestar atenção em você mesmo. Não tá legal? Procure o médico. Não faça os treinos na planilha 100% se sentir q não está bem. Parabéns pelo artigo!!

  2. Olá, Vivian.
    Legal você acrescentar as informações sobre overtraining aos leitores da revista Belleza Total.
    é muito importante fazer atividades físicas, mas também é importante evitar os exageros.
    Agradecemos o seu contato.

  3. Célia Regina Crestani disse:

    Parabéns, Willian, pela reportagem. Uma dica: por que vc fala a respeito de quem não gosta de fazer atividade física por preguiça? Ou por comodismo? Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s