Turismo

Há cerca de 30 minutos de Curitiba, a cidade de São José dos Pinhais proporciona um dos passeios turísticos mais procurados no Paraná, o Caminho do Vinho. O local entrou na rota oficial de turismo para a Copa de 2014 – que será reaizada no Brasil.

A estimativa é de que cerca de 600 mil turistas estrangeiros passem pelo Brasil nesse período. Do Paraná, além do Circuito do Vinho, também foi selecionado o “Caminho Histórico  da  Serra”, localizado em Quatro Barras.

Coordenado pela Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo da cidade, o Circuito do Vinho abrange a Colônia Mergulhão e arredores, com ações de desenvolvimento, divulgando o folclore, o artesanato, as comidas típicas e a valorização do patrimônio histórico-cultural através da preservação e conservação das casas históricas e da comercialização de produtos coloniais. A rota abrange 30 propriedades rurais e, ainda hoje, é possível encontrar edificações típicas da colonização italiana.

A Colônia Mergulhão foi criada por imigrantes italianos que chegaram ao Brasil no século XIX. A ideia do projeto do Caminho do Vinho começou a tomar forma no fim dos anos 90. Antes disso, boa parte dos produtos fabricados era para consumo próprio e também para serem vendidos na porta de casa.

Além da já tradicional produção de vinhos, a música e a dança da Itália ainda faz parte dos costumes. Para manter as raízes há um grupo folclórico na região. Turismo obrigatório para quem se encontra na Grande Curitiba, várias são as atividades que estão à disposição do turista, como chácaras de lazer, colha e pague, minhocário, pesque e  pague, cantinas, adegas, restaurantes, cafés coloniais, entre outros.

A Linha Turismo-Caminho do Vinho é realizada em cinco rotas em parte dos empreendimentos participantes. Cada parada dura em média 20 minutos aproximadamente, tempo para se conhecer o lugar e fazer compras. As refeições têm uma hora de parada, e são pagas à parte no próprio empreendimento rural.  Aos sábados e domingos, há embarque em frente ao Shopping São José.

Gastronomia

A gastronomia é, sem dúvida, o ponto forte do passeio. As opções de comidas italianas e sobremesas de dar água na boca são encontradas em cantinas e restaurantes. O turista também encontra, em alguns locais, costela de chão.

Já para os que preferem bolos, tortas e doces os cafés coloniais são verdadeiros paraísos, a satisfação é garantida. O mais indicado é passar o dia por lá e aproveitar todas as opções gastronômica e de lazer que o local oferece.

Caso você queira levar para casa, no local você também encontra produto artesanal como geléias, doce de leite, salame, queijo, licores entre outras delícias. Também vale à pena levar os vinhos que podem ser escolhidos através da degustação, pois a escolha não é nada fácil.

Esse post foi publicado em turismo e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s